Arquivo

Posts Tagged ‘lulzsec’

Chuva atrapalha ato de hackers do grupo LulzSec

A passeata organizada pelos hackers do grupo LulzSec neste sábado foi prejudicada em Curitiba (PR) e Porto Alegre (RS) pelo mau tempo. Na capital paranaense, o protesto reuniu cerca de 40 pessoas nas escadarias do prédio histórico da Universidade Federal do Paraná (UFPR), na praça Santos Andrade. Apesar da chuva, os jovens caminharam pelo centro da cidade para cobrar mais “liberdade de expressão”. Em Porto Alegre, além da chuva, o frio intenso atrapalhou a concentração dos manifestantes, que se reuniram no parque da Redenção.

O movimento foi organizado nas principais capitais do País, como São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Os LulzSec se apresentam como grupo de hackers que derruba sites a partir de ataques que revelam brechas de segurança de diversos sites e empresas “apenas pela diversão”. Os manifestantes também aproveitam para protestar contra a corrupção dos políticos brasileiros.

Em Curitiba, os hackers caminharam debaixo de chuva forte até a Boca Maldita, tradicional ponto de manifestações políticas no calçadão da Rua XV de Novembro, no centro da capital paranaense. Segundo um dos participantes da manifestação, identificado com @arykara, a passeata marca o início de uma nova fase de ataques dos grupos de hackers. “Estamos começando a fase 2 dos Anonymous. Invasões com dados da corrupção, em parceria com a Wikileaks”, disse.

Ele não adiantou nenhuma ação específica programada para os próximos dias, mas disse que políticos e instituições com histórico de corrupção serão o alvo preferido. “Políticos, exigimos que parem de nos roubar, que parem de lesar a população”, dizia uma das faixas do grupo que saiu às ruas de Curitiba.

Na capital gaúcha, alguns manifestantes se encontraram no parque da Redenção para protestar. Usando máscaras, eles criticaram os políticos e pediram mais liberdade. “Eles querem seu dinheiro, nós queremos liberdade”, dizia um dos cartazes.

Passeata da comunidade espanhola “ofusca” protesto em Belo Horizonte
Em Belo Horizonte, uma passeata da comunidade espanhola para celebrar o dia da Nossa Senhora do Rocío ofuscou a manifestação dos hackers. A tradicional festa da colônia espanhola reuniu centenas de descendentes, carros alegóricos e bandeiras. Enquanto isso, cerca de 20 jovens que aderem ao LulzSec se organizavam no coreto da praça da Liberdade.

Apesar do baixo quórum, os hackers defenderam suas ideias. “O governo está ocultando dados e informações importantes, estão com medo de ataques, medo de perder todo o seu luxo, e o dinheiro vem do povo”, disse o técnico de informática Cláudio Manoel, 21 anos, organizador do protesto na capital mineira.

Para Manoel, o governo deveria divulgar informações, que são de interesse público para a população. “O governo acredita em informações sigilosas, mas tem que informar o povo, estamos vivendo uma falsa liberdade”, disse.

Incomodado com a pouca adesão do protesto, o técnico de informática Woton de Souza, 23 anos, afirmou que o brasileiro é acomodado. “A galera aderiu a causa na internet, mas na hora de vir a rua, a manifestação não acontece”.

Segundo os manifestantes, cerca de 500 pessoas confirmaram presença na passeata de Belo Horizonte em um site de relacionamento da internet. “Não adianta curtir, temos que agir”, disse a estudante de psicologia, Karina Dias, 21 anos.

Fotos : TecCia
Fonte : Dicas em Geral 

Anúncios

Enquanto isto, na LulzSecBrazil…

28 de junho de 2011 Deixe um comentário

Mesmo com o anúncio do fim do grupo LulzSec, a LulzSecBrazil continua com suas ações.

Divulgado recentemente em seu twitter, eles agora mudaram sua forma de agir. Seu novo alvo são as passeatas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para mais informações a respeito das passeatas, acessem o site do grupo: LulzSecBrazil

Resta saber se esta nova forma de ação dará o resultado que eles querem.

Categorias:Hacker Tags:,

Depois de agir por 50 dias, grupo de hackers LulzSec se aposenta

27 de junho de 2011 2 comentários

Conhecidos por abalarem as estruturas de diversas empresas que até então achavam seus servidores bem seguros, o grupo de hackers Lulzsec anunciou hoje que seu barco vai deixar de navegar pelas águas da internet. Hoje o grupo completou 50 dias de operação por isso eles decidiram que esse seria um marco bom o suficiente para anunciar a aposentadoria.

Em mais um pretensioso press-release, o grupo diz que “pelos últimos 50 dias eles têm causado distúrbio e exposto corporações, governos, muitas vezes até a própria população e possivelmente tudo no meio, só porque nós podemos” como prova de que o movimento AntiSec deu algum resultado. Eles pedem, no entanto, que o movimento continue pois “juntos, unidos, podemos pisar nos nossos opressores em comum e nos tingir com o poder e liberdade que merecemos”.

Com o anúncio, veio também a última liberação de dados do grupo. Trata-se de um arquivo torrent que parece estar cheio de dados, que podem ser logins, senhas e endereços de e-mail, de usuários da AOL, AT&T e alguns fóruns de jogos, dentre outros arquivos. Um deles leva até o nome do FBI.

No final do press-release, o LulzSec confirma as informações anteriores de que eles são formados por 6 indivíduos e também que a hospedagem do site do grupo não será renovada. Por isso, os usuários interessados devem fazer cópias dele se quiserem preservar as informações ali contidas.

Apesar da súbita decisão de encerrar as operações, o grupo já havia conseguido apoio de demais hackers ao redor do mundo. Aqui no Brasil, o LulzSec incitou a criação do LulzSec Brazil, que têm publicado algumas informações mas nada muito comprometedor ou secreto ainda.

Fonte : Tecnoblog

Grupo A-Team divulga supostas identidades de membros do grupo LulzSec

26 de junho de 2011 Deixe um comentário

O grupo hacker A-Team divulgou aqui uma lista com detalhes dos possíveis integrantes do grupo hacker LulzSec, que recentemente fez vários ataques a sites do governo americano.

Teria sido este o motivo que fez o grupo LulzSec anunciar que ia encerrar suas atividades neste fim de semana?

Aqui está uma versão da história pelo A-Team:

“O problema com a mantra do ‘hackitivismo’ do LulzSec/gnosis é que eles não possuem habilidade para continuar. Depois da SONY, eles não conseguiram invadir mais nada. Então eles mudaram seu foco e começaram a divulgar porcarias aleatórias que não significam nada. Então eles começaram a ficar sem opções a respeito do que hackear. Então eles anunciaram que precisavam de pessoas para juntarem-se a eles.  Isto deu a eles alguns pontos, então eles mudaram o foco de novo para se tornarem ‘ANTI-SEC’. Quer eles queiram ou não, isto foi uma tentativa de trazer outros grupos das sombras (el8, hono, zfo, etc), vocês só podem especular. Mas como está escrito em 24/06/2011, Sabu e Tipoary são as duas únicas pessoas atualizando o twitter e publicando porcarias. Kayla está desaparecida. As crianças do gnosis estão escondidas em algum lugar.

Pelo que nós vimos, essas crianças do LulzSec/gnosis não são boas em hackear. Eles trollaram a internet e procuraram por vulnerabilidades em injeções de SQL assim como bugs em Remote File Inclusion/Local File Inclusion. Quando eles encontraram, eles tentaram baixar bancos de dados ou pegar usuários e senhas. Seus lançamentos não tem nada a ver com seus objetivos no lulz. É puramente baseado no que eles acharam em suas buscas no google por hacking e então divulgaram isto.”

Resta saber agora o que irá acontecer daqui para frente e se essa lista de possíveis membros é realmente verdadeira.

Categorias:Hacker Tags:,

Grupo hacker LulzSec derruba site da Presidência e do Governo do Brasil

22 de junho de 2011 Deixe um comentário

A versão brasileira do grupo hacker LulzSec derrubou na madrugada desta quarta-feira (22) duas páginas ligadas ao governo brasileiro: o “presidencia.gov.br” (site da Presidência da República) e o “brasil.gov.br” (que contém informações do governo). O ataque, feito por volta da 1h, foi divulgado pelo próprio grupo em uma conta no Twitter. O governo brasileiro ainda não se manifestou a respeito do ataque.

“TANGO DOWN brasil.gov.br & presidencia.gov.br LulzSec Brazil”, postou o grupo hacker nesta madrugada. Alguns minutos após o ataque, o perfil do grupo LulzSec saudou a “divisão brasileira” pelo êxito na operação. “Nossa unidade brasileira está fazendo progresso, bem feito LulzSecBrazil.”

Segundo um manifesto divulgado pelo grupo hacker LulzSec, a ação para derrubar os sites do governo brasileiro faz parte da operação AntiSec – investida do grupo LulzSec com o grupo Anonymous contra páginas de governos de todo o mundo.

“A LulzSec e o Anonymous acabaram de declarar guerra aberta contra todos os governos, bancos e grandes corporações do mundo. Eles estão convocando todos os hackers do mundo para se unirem ao propósito. O objetivo é expor corrupção e segredos obscuros“, diz o documento.

Histórico de invasões
Nos últimos dois meses, o grupo LulzSecurity assumiu a autoria de vários ataques. Entre as vítimas estiveram a Sony (SonyPictures e a versão japonesa do site SonyMusic), a desenvolvedora de jogos Bethesda, o site da Fox, da Nintendo, do Senado norte-americano e até o site da CIA (Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos).

Além disso, os hackers do grupo, recentemente, vazaram umalista de 62 mil endereços de e-mail e senhas obtidas em ataques feitos nas últimas semanas – alguns deles a sites pornográficos. Os dados dão acesso a contas no Facebook, Twitter, Yahoo, Hotmail, Gmail, entre outros serviços.

via UOL Tecnologia

Categorias:Hacker, Mundo Tags:, ,